quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Iara fala sobre a violência contra a mulher.

No dia 25, quarta-feira, as Mulheres assentadas, pertencentes ao Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Sem Terra (MST) celebraram o Dia Mundial pelo Fim da Violência contra a Mulher. O Encontro ocorreu no Assentamento Conquista da Luta, no município de Itacurubi, e reuniu mais de 90 mulheres de toda a região.

video
A vereadora Iara Castiel convidada a participar do encontro,  abordou todos os tipos de violência contra a mulher, as dificuldades encontradas pelas vítimas e o machismo arraigado na nossa sociedade. Também lembrou a bravura e resistência das mulheres na luta por conquistas, desde o direito ao voto, até legislações próprias como a aposentadoria das trabalhadoras rurais, a Lei Maria da Penha, entre outras.

O encontro mesmo tratando de assuntos tão sérios foi bastante animado e descontraído. Contou com a apresentação de músicas, de poesia e de um farto almoço com produtos orgânicos produzidos pelas famílias assentadas.
É preceito fundamental de um País, de um Estado e de um Município, coibir, punir e erradicar todas as formas de violência, na busca de uma sociedade mais justa e igualitária.





segunda-feira, 23 de novembro de 2015

A PERGUNTA É, quando chegará em Santiago a investigação do Ministério Público Federal?? Ou quem sabe até já chegou??

Boa tarde a todos. Inicio minha fala parabenizando a Escola Municipal João Evangelista, sob a coordenação do Diretor Cristiano e do Professor Renato Polga, que realizaram dia 20.11.15, sexta-feira, a vigésima primeira Mostra Artística e Cultural: Valorizando as Relações Étnico-Raciais.
A Escola Municipal fez um extraordinário trabalho envolvendo pais, alunos e professores. A Mostra foi importante ao exaltar nossas origens africanas e, trazer à discussão o tema da luta pela liberdade, fim do preconceito, oportunidade de ampliar a educação e o reconhecimento da cultura afro-brasileira. Uma festividade que serviu de estímulo para muitos continuarem buscando direitos e igualdade de oportunidades.
Sugiro que a Administração construa uma mostra de trabalhos sobre esse tema, no âmbito municipal, para que em 2016 possamos todos, Prefeitura, Vereadores, demais escolas e comunidade, realizar aqui em Santiago, O DIA DA Consciência Negra, como a que foi realizada pela Escola João Evangelista. 

Tenho falado nas sessões da Câmara, sobre as queixas de problemas que a comunidade vivencia nos bairros de Santiago. Quando falei sobre o Bairro Lulu Genro e o Pontilhão do 15, o Vereador Davi foi voluntário em somar esforços para sensibilizar a Administração a tomar providências para melhorar o local.  Nós Vereadores temos de dar respostas concretas para a Comunidade. Não é possível relatarmos aqui na Câmara os problemas que a sociedade nos traz, e não conseguirmos minimamente que a Administração tome as atitudes. Sabemos da importância de um Legislativo atuante, sabemos que podemos e devemos modificar para melhor a realidade de nosso povo. Por isso, vejo como positiva a atitude do Vereador Davi, que em sendo da base aliada do Prefeito, se preocupou com os relatos feitos por mim e se manifestou favorável a procurar uma solução conjunta. VEREADOR DAVI, precisamos, também, dar uma resposta sobre outros problemas, como: O município  recolherá gratuitamente para todos os entulhos gerados pelas tormentas? E o calçamento da Rua Cacilda Genro, a partir do Trecho da Rua Licéria Genro e Geraldo Pedroso Palmeiro, que está parado? Na Prefeitura consta que a rua já foi concluída, como resolver? Também a Vila Jardim dos Eucaliptos, na Rua Silvio Tusi, a via está em precárias condições. As chuvas acabam inundando as casas do lado mais baixo da rua. No lugar onde deveria haver uma tubulação de esgoto, há um valo que não dá conta da vazão de água, e acaba se misturando com esgoto invadindo a casa das pessoas. Necessário uma urgente solução!! Já na Rua Princesa Isabel, no bairro Vista Alegre, o problema é com relação a um terreno de propriedade da Prefeitura Municipal. O terreno está completamente tomado pela sujeira, moradores relatam a existência de cobras, ratos e escorpiões no local. Dizem que muitas denúncias já foram feitas ao Executivo, e nunca houve retorno!!! Essas questões são problemas que dizem respeito a falhas da Secretaria de Obras. Infelizmente, o Prefeito não abre um espaço para que a própria comunidade vá até ele e exponha os problemas que lhes atingem, por isso, necessitam que nós Vereadores façamos a ponte com o executivo. Além de fiscalizar e denunciar as irregularidades, essa é atribuição dos Vereadores.


Por último quero dizer que estou muito satisfeita com as novas Ações do Ministério Público Federal. Serão investigados Deputados, Senadores e todos aqueles que exercem cargos políticos e são donos, sócios, ou tem parentes proprietários de concessões de rádios e televisões. Em um primeiro momento, as Ações visam cassar licenças de rádio e TV de 40 congressistas. A pretensão do STF é prevenir para que não haja reunião de poder político e controle sobre veículos de comunicação, pelo risco de abuso. Há um risco óbvio na concentração de poder político, mais o controle sobre meios de comunicação de massa. Diz ainda o STF que existe o risco de que jornais, rádios e TV, ao invés de servir para o livre debate e informação política e econômica, sejam utilizados apenas em benefício de quem mantém o poder.


A PERGUNTA É, quando chegará em Santiago a investigação do Ministério Público Federal?? 
Ou quem sabe até já chegou??

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

21° Mostra Artístico Cultural da Escola João Evangelista

    A Vereadora Iara Castiel foi convidada pela Escola Municipal João Evangelista, situada no Bairro do mesmo nome, a participar da a 21° Mostra Artístico Cultural: Valorizando as Relações Étnico-Raciais. O evento contou com mostras de trabalhos dos alunos, Cine-Vídeo, apresentações artísticas, roda de capoeira, a peça teatral “Negrinho do Pastoreio”, poesia à luz de velas e Seminário sobre a Consciência Negra.

    A Educação tem um papel fundamental na emancipação das novas gerações. Através dela é possível a construção de uma comunidade livre dos preconceitos e discriminações que, ainda hoje, estão arraigadas em nossa sociedade.

    


   É preciso, sobretudo, parabenizar o trabalho da Escola Municipal João Evangelista, seus professores e alunos e, em especial, ao professor Renato e ao diretor Cristiano, pelo belo espetáculo, pela preocupação em ajudar na formação de uma consciência aberta à diversidade e comprometida com o respeito aos direitos de todo cidadão.

  A superação dos preconceitos e discriminações passa inevitavelmente pela capacidade de nossos educadores fomentarem a discussão e o debate sobre as injustiças e ameaças à democracia, causados pela rejeição e intolerância. 






quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Onde estão as flores na Terra dos Poetas?


A cada dia que passa mais e mais denúncias e reclamações chegam ao Gabinete da Vereadora Iara Castiel. No dia de hoje, 19.11, a Parlamentar e sua assessoria foram até os Bairros Jardim dos Eucaliptos e Vista Alegre averiguar queixas trazidas pela população.


Na Vila Jardim dos Eucaliptos, na Rua Silvio Tusi, a reclamação maior diz respeito à precária situação da via. Trata-se de um problema sério de inclinação da rua. As fortes chuvas acabam inundando as casas do lado mais baixo. Os moradores mostram que o valo que existe no lugar onde deveria haver a tubulação de esgoto não dá conta da imensa quantidade de água, que se mistura com esgoto e adentra a casa das pessoas, até fezes humanas são levadas pela força da água para dentro das residências.







Já na Rua Princesa Isabel, no bairro Vista Alegre, o problema é com relação a um terreno de propriedade da Prefeitura Municipal que se encontra completamente abandonado, com lixo, esgoto a céu aberto e muito mato. Conforme se verifica nas fotos, o terreno está completamente tomado pela sujeira. Os moradores relatam a existência de cobras, ratos e escorpiões no local, e que muitas denúncias já foram feitas ao Executivo, e nunca houve retorno. O lote está situado em uma região movimentada e é cercado por casas. Crianças transitam no local e, algumas vezes, já foram surpreendidas por animais peçonhentos.








Segundo a Vereadora Iara, o que existe em Santiago é: inversão de prioridades, discriminação com os bairros e periferias e a falta de cuidados com a população mais carente. 




“No centro da cidade, tudo é bonito, tudo são flores! Agora, os bairros estão jogados a própria sorte, e como ocorre no Bairro Jardim, dejetos invadem as residências. Nós precisamos, na verdade, é de um compromisso real da prefeitura com quem mais precisa, chega de dar privilégios aos que sempre foram privilegiados!” 

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

FECHAMENTO DE ESCOLA MUNICIPAL NA CIDADE EDUCADORA? DESASSISTÊNCIA AO BEM PÚBLICO, ALUNOS, PROFESSORES E COMUNIDADE? SOMOS TODOS EDUCAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL - NÃO AO FECHAMENTO, NÃO À PRECARIEDADE!

Boa tarde aos presentes na casa, aos Vereadores, a Vereadora Cleusa, e aos Ouvintes da Rádio.
Na sessão anterior, trouxe algumas questões aos demais Vereadores, para juntos buscarmos uma forma de agir em benefício da comunidade. Na ocasião, lembro bem de ter dito que no Bairro Lulu Genro, COMO NA MAIORIA DOS BAIRROS da Cidade, existem muitos problemas, UNS FÁCEIS DE RESOLVER, outros talvez, um pouco mais COMPLEXOS.
   O fato de eu ser Oposição ao Governo Ruivo, não quer dizer que eu deseje que ele faça tudo errado, ou que ele não faça nada. Também por eu ser Oposição ao Partido Progressista, não quer dizer que eu torça para que as coisas NÃO sejam resolvidas pela administração. TUDO O QUE EU QUERO, E ACREDITO QUE TODOS NESSA CASA QUEREM, é ver nossa comunidade vivendo bem, ver a cidade se desenvolvendo e ver a ADMINISTRAÇÃO TRABALHANDO PARA que isto aconteça.
DIA DESTES ME FORAM FEITAS AS SEGUINTES PERGUNTAS: SE EU ACREDITAVA QUE RUIVO E SUA ADMINISTRAÇÃO do PP ESTAVA RESOLVENDO OS INÚMEROS PROBLEMAS PÚBLICOS DA CIDADE? SE EU ACHAVA QUE A ADMINISTRAÇÃO ERA SÉRIA NAS LICITAÇÕES QUE FAZIA? O QUE EU ACHAVA DA GESTÃO DA SAÚDE, DAS OBRAS,  EDUCAÇÃO, ASSISTÊNCIA SOCIAL...RESPONDI: Desde de que me elegi recebo toda a semana denúncias na área da saúde, educação, obras, assistência social, erros nas licitações, e muitas outras denúncias. Por conta de tudo o que a comunidade traz até a mim, Já fiz incontáveis pedidos de informações para esclarecer os fatos, muitos pedidos de informações não foram respondidos claramente, e, por isso, já fiz também denúncias ao MP.  ACHO QUE NÃO É FÁCIL ADMINISTRAR UMA CIDADE, E NÃO ACHO QUE OS PROBLEMAS POSSAM SER RESOLVIDOS DE REPENTE. MAS ACHO TAMBÉM que há muitos anos o (PP) Partido Progressista e sua forma de Governar está aí e as reclamações são muitas. A Comunicação da Administração com o Povo é péssima, a Transparência dos atos administrativos em relação à Comunidade é quase inexistente. Os Santiaguenses de classe média/baixa estão muito descontentes, e todos os dias me chegam mais e mais problemas... Muitas coisas simples e outras complicadas já poderiam ter sido solucionadas, se tivesse Projeto Social Administrativo para isso. E NÃO ADIANTA SER FALADO AQUI DA CORRUPÇÃO NO BRASIL, OU DOS REPASSES QUE NÃO SÃO FEITOS pelo Estado ou União. Santiago não pode viver só atrelado à União, ou ao Estado, tem de desenvolver seu próprio Projeto de Gestão que acolha tanto as pessoas carentes como os demais. TENHO MUITO A CONTRIBUIR, TENHO PROJETOS INTERESSANTES QUE O EXECUTIVO PODERIA DESENVOLVER. ASSIM EU BUSCO DESENVOLVER MEU TRABALHO COMO VEREADORA, cobro da administração, denuncio a administração, pressiono a administração, PENSO QUE ASSIM POSSO AJUDAR PARA QUE ELA CRESÇA, ALÉM DE ME COLOCAR SEMPRE À DISPOSIÇÃO PARA PEGAR JUNTO!! Não será só dizendo o que os gestores querem que eu diga, tão pouco passando por cima dos problemas que vou colaborar como Vereadora para que As questões sejam resolvidas.
Falei na outra sessão sobre o Pontilhão do 15, SABEM O QUE OCORREU DEPOIS DA CHUVA INTENSA QUE VEIO? Novamente os moradores da localidade forma atingidos, como outros moradores que moram nos arredores das sangas da cidade. Diz o Secretário de Obras, que as sangas são da Natureza. MAS DAÍ eu pergunto: Nos últimos 20 anos, vou deixar em 20, embora seja mais, a administração do Partido Progressista não poderia ter desenvolvido um Projeto que afastasse a hipótese da natureza estar interferindo negativamente na vida da nossa comunidade? Posso apresentar para o Prefeito profissionais competentes para desenvolver um Projeto Social que ajude a resolver questões como alagamentos nas residências. Também na área da Saúde e Educação, posso colocar o Prefeito em contato com pessoas que desenvolvem um trabalho maravilhoso em termos de atendimento público, organização e respeito aos usuários do SUS e ao desenvolvimento de Escolas Municipais. DE UMA VEZ POR TODAS, OU TRABALHAMOS TODOS JUNTOS, E A ADMINISTRAÇÃO E OS VEREADORES DA SITUAÇÃO APRENDEM A SER QUESTIONADOS E CONTRARIADOS, ou Santiago, continuando com o PP, vai ser sempre a mesma coisa.

Em relação a Educação, recebi hoje pessoas do Bairro Guabiroba, são pais preocupados com um possível fechamento da Escola Municipal de Ensino Fundamental, Aurora Mello Lubnon. Mas como fechamento de uma Escola Municipal? Fui até a Escola e lá percebi um local público Municipal, desassistido. A Gestão Municipal, não investe na escola, tão pouco nas pessoas da Comunidade que levam seus filhos para outros Colégios longe dali, por falta de turmas. Até onde me disseram, a falta de turmas  faz parte de uma política que está prevendo o Fechamento da Escola Aurora Lubnon. Mas a cidade Educadora vai deixar uma Escola Municipal ser fechada? Precisamos Urgente nos mobilizarmos. Importante que o Prefeito tome conhecimento do que está acontecendo. Ouça pais, professores, alunos, comunidade em geral. SOMOS TODOS AURORA LUBINON, E VAMOS LUTAR POR ESSE BEM PÚBLICO MUNICIPAL.











segunda-feira, 9 de novembro de 2015

"Crianças correm risco de cair dentro da água.(...) Não deixemos virar tragédia para agir..."


Boa tarde Senhora e Senhores Vereadores, cidadãos presentes a essa sessão e aos ouvintes da rádio FM 99.


Quero comunicar à toda comunidade, que Santiago receberá a visita do COREN nos dias 11 e 12 de Novembro – Conselho Regional de Enfermagem, que virá fiscalizar a enfermagem dos hospitais e clínicas da nossa cidade, e através da Unidade Móvel, COREN, fará renovações das certeiras profissionais.




Nas minhas visitas aos Bairros, converso com as pessoas e fico sabendo como está a vida onde que moram, a vida na sua Rua e na Cidade, BUSCO DEIXAR BEM CLARO que enquanto Vereadora, quero ouví-los, quero lhes dar a devida atenção, saber sobre o que não vai bem no Bairro, o que não vai bem nos serviços prestados pela Administração, o que não vai bem na saúde Municipal, na Educação Municipal, no Transporte Municipal e tudo o mais que tenha a ver com o Serviço Público Municipal. EXPLICO sempre, para que as pessoas possam entender, que não tenho a CANETA na mão, e, por isso, não tenho como determinar a solução para os problemas que me são apontados. MAS explico também, que posso lutar ao lado deles para que suas vidas, no que depender da Ação do Prefeito melhore. Quero dizer, que ao perguntar para a comunidade sobre os PROBLEMAS vivenciados, não é por desejar achar problemas, MAS, por acreditar que o Papel de todos nós aqui, Vereadores, é estar atentos aquilo que NÃO ESTÃO BEM NA SOCIEDADE onde vivemos. 


   Afinal, como nós Parlamentares, seja do partido que for, vamos ficar bem, nos sentir bem, quando a nossa Comunidade estiver passando por dificuldades em suas casas, sua rua, seu bairro, sem o devido atendimento médico, ou nas Secretarias... . Sei que meus colegas assim como eu, às vezes se sentem impotentes. Sei, inclusive, que o próprio Prefeito e sua equipe muitas vezes não sabem em que ponta pegar, MAS COMO ADMINISTRADORES, têm que achar a fórmula, é para isso que estão ocupando Cargos Públicos de Gestores. TODOS TEMOS QUE DAR RESPOSTAS PARA A POPULAÇÃO QUE ESTÁ POR DEMAIS NECESSITADA DOS SERVIÇOS PÚBLICOS, e não é de hoje, e não veio após a tormenta.


VEJAM SÓ, no Bairro Lulu Genro, como na maioria dos Bairros da Cidade, existem muitos problemas, uns fáceis de resolver, outros que precisam, talvez, de uma atenção maior. NO ENTANTO, falta uma posição do Prefeito, falta sua  avaliação, falta as determinações necessárias. É preciso um andamento que VERDADEIRAMENTE solucione as demandas. A MAIOR queixa das pessoas são obras que já foram realizadas mas não resolveram a situação, ou que foram começadas e não foram terminadas, ou ainda há anos reivindicadas e sem resolução... Também a comunidade se sente muito desrespeitada por não ter informações certas sobre fatos que tem a ver com suas vidas. EX: OS ENTULHOS E RESTOS DAS COBERTURAS trocadas, que estão na frente das RESIDÊNCIAS, NAS RUAS, NAS CALÇADAS: QUEM IRÁ RECOLHER?? QUANDO SERÃO RECOLHIDOS?? PORQUE A ADMINISTRAÇÃO NÃO DÁ INFORMAÇÕES CORRETAS e QUE TODOS FIQUEM SABENDO??

No na Rua Cacilda Genro, a partir do Trecho da Rua Licéria Genro e Geraldo Pedroso Palmeiro , o calçamento parou. Tenho em mãos o documento de ABRIL DE 2012, demonstrando os preços para a pavimentação, a medida a rua, valor da canalização, averiguação dos contribuintes, os pagantes da obra, ENFIM, praticamente tudo o que a Administração determina para que a pavimentação seja iniciada. OS MORADORES querem saber por que a obra não sai? O que está acontecendo? Será justo ficarem sem uma informação? São as pessoas que devem resolver os problemas administrativos?   
Na mesma Rua Cacilda Genro, esquina com Geraldo Pedroso Palmeiro, na parte não calçada, o bueiro que deveria funcionar como meio de escoamento de água, não funciona. Inclusive, informaram os moradores que uma equipe da Prefeitura atulhou o mesmo. Quando chove, o que tem ocorrido torrencialmente, o bueiro não dá conta causando alagamentos.

 Outra situação bastante complexa, é a dos moradores da Rua Cotinha Genro, próximo ao Pontilhão do 15. Há um ano uma grande chuva levou pedras e galhos de árvores obstruindo parte da passagem de água sob a ponte. Os próprios moradores relatam que tiveram, eles mesmos, que realizar o serviço de retirada do entulho, e mesmo após tanto tempo, ainda há uma grande quantidade de pedras embaixo da ponte, e a cada chuvarada o problema de alagamento de pátios e casas ressurge, SEM que a Prefeitura compareça no local. Há casas que são completamente inundadas pela água e esgotos da sanga. Na esquina da casa 509, foi colocado um cano de “qualquer jeito”, um absurdo. O terreno onde está o cano sofreu sério prejuízo, e os proprietários prejudicados pela obra mal feita da Prefeitura, não tem como pagar pedreiros para arrumar. Sem contar a inundação que a casa 509 já sofreu, e que está sempre sujeita a sofrer pela ponte “mal engendrada” e pela tubulação mal colocada na esquina.
Penso que o melhor a ser feito, neste caso da Ponte do 15, é a canalização da área próxima a ponte, que é onde ocorrem os maiores problemas. PORÉM imediatamente, Árvores na encosta da Sanga precisam ser arrancas para facilitar o escoamento da água, levantamento das laterais do passo precisam ser feitas e proteção nas laterais. Crianças correm risco de cair dentro da água. E, aí, tudo muda. Não deixemos virar tragédia para agir.  Ali, também há relatos de falta de iluminação pública, e que a rua se torna um verdadeiro “breu” durante a noite. Conforme os moradores há muito tempo a Administração não mostra interesse em solucionar os problemas elencados pelos moradores. PREFEITO E VEREADORES, PRECISAMOS AGIR!!!









terça-feira, 3 de novembro de 2015

DEVOLUÇÃO DE VALORES DE INGRESSOS TEM QUE SER IMEDIATA!

Imagem meramente ilustrativa.

Foi denunciado ao Gabinete da Vereadora Iara Castiel que não estão sendo ressarcidos, às pessoas desistentes, os valores dos ingressos do Show da dupla “Fernando e Sorocaba”, que foi adiado.

A Parlamentar buscou informações junto ao Procon e ao Centro Empresarial Santiaguense. Iara esclarece a todos que tiverem interesse de que a Lei é clara:
Art 20, inciso II do Código de defesa do Consumidor: “A restituição dos valores deve ser imediata”.

Cidadão, procure os responsáveis os quais, não poderão dar informações que contrariem a Lei.
Havendo negativa na devolução, vá ao Procon e exija que a Lei seja cumprida o quanto antes.